All Title Author
Keywords Abstract

Veritas  2012 

Ontopolítica e diagramas históricos do poder: maioria e minoria segundo Deleuze e a Teoria das Multid es segundo Peirce = Ontopolitics and historical diagrams of power: majority and minority according to Deleuze and the Theory of Multitudes according to Peirce

Keywords: FILOSOFIA POLíTICA , ONTOLOGIA

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

Este artigo procura desenvolver o ambito da assim chamada ontopolítica como contribui o original do pensamento do G. Deleuze para a filosofia política contemporanea. Com este objetivo, veremos que Deleuze toma o conceito de poder em Foucault e lhe confere al ada ontológica. Este conceito de poder dá acesso a outro elemento importante da filosofia política deleuzeana, ou seja, o estudo dos diagramas históricos do poder nas denominadas sociedades disciplinar e de controle. Com o diagrama de funcionamento das mesmas podemos entender qual o retrato deleuzeano para a democracia em sociedades contemporaneas. Adentrando a ontopolítica deleuzeana, nos dedicaremos aos conceitos de maioria, minoria e devir-minoritário. é neste ponto que se faz o encontro da ontopolítica de Deleuze com a ontologia matemática de Ch. Sanders Peirce. Acontece que os conceitos ontopolíticos de Deleuze, além de sua vincula o com uma ontologia do poder, recebem também um tratamento matemático, tendo em vista certas no es aritméticas (contável e n o contável) e geométricas (linhas). As maiorias e minorias s o conjuntos contáveis que s o atravessados por devires n o contáveis. Com isso, chegaremos ao ponto central do presente artigo, onde realizamos uma incurs o inicial à imagem dos conceitos de maioria e minoria em Deleuze, com base na teoria das cole es e multid es de C. S. Peirce, principalmente com rela o à ontologia matemática nela incluída. Quanto a isso, a principal opera o será mostrar de que forma a distin o deleuzeana entre maiorias/minorias contáveis e devir-minoritário n o contável pode ser escandida em termos de cole es discretas denominadas enumeráveis, denumeráveis e abnumeráveis ou pós-numeráveis, de acordo com a terminologia de Peirce. This article aims at developing the so-called ontopolitics as G. Deleuze’s innovative contribution to contemporary political philosophy. This objective will lead us to inspect the concept of power that Deleuze borrowed from Foucault and extended in order to assign to it an ontological adequacy. The concept of power opens access to another important element of the Deleuzean political philosophy, that is, the study of the historical diagrams of the power in the so-called discipline and control societies. With the combined dynamical diagram of both, we become aware of the portrait Deleuze draws for the democracy in contemporary societies. Digging into the Deleuzean ontopolitics, we will devote ourselves to the concepts of majority, minority and minor-becoming. It is in this point that the meeting between Deleuze’s ontoplitics and Ch. Sa

Full-Text

comments powered by Disqus

Contact Us

service@oalib.com

QQ:3279437679

微信:OALib Journal