All Title Author
Keywords Abstract


Integrando o custeio baseado em atividades com a Teoria das Restri es: a aplica o do ABC operacional em uma odontoclínica.

Keywords: Teoria das restri es , ABC operacional , Custos flexíveis , Curto prazo , Mix

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

O custeio baseado em atividades (ABC) tem sido criticado por sua incapacidade de dar suporte às decis es de produ o baseadas no curto prazo, sendo, por isso, considerado uma sistemática de aloca o de custos para o longo prazo. Robert Kee, no artigo “Evaluating the economics of short-and long-run production decisions”, desenvolve um modelo de ABC, denominado operacional, que incorpora custos flexíveis de recursos de atividades e restri o de capacidade para decis es de mix ótimo de produ o no curto prazo. Ao apresentar um exemplo numérico hipotético, Kee mostra que seu modelo de ABC operacional apresenta, no curto prazo, resultados superiores ao modelo de ABC tradicional e a outro modelo de ABC que leva em conta t o-somente a restri o de capacidade. O presente artigo analisa o modelo proposto por Kee (2001) mediante sua aplica o em uma odontoclínica da administra o pública federal, comparando os resultados obtidos pela referida sistemática com os encontrados pelo ABC tradicional e pela teoria das restri es (TOC), aplicados à mesma organiza o, concluindo pela superioridade do modelo de Kee.

Full-Text

comments powered by Disqus

Contact Us

service@oalib.com

QQ:3279437679

微信:OALib Journal