All Title Author
Keywords Abstract

Revista Ceres  2013 

Variabilidade genética de Eugenia uniflora L. em remanescentes florestais em diferentes estádios sucessionais Genetic variability of Eugenia uniflora L. in forest remnants at different successional stages

Keywords: áreas degradadas , fragmenta o florestal , RAPD , disturbed areas , forest fragmentation , RAPD

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

A compreens o da diversidade genética fornece elementos básicos sobre a dinamica e funcionamento de popula es, auxiliando na conserva o e uso sustentável das espécies. Sup e-se que popula es sucessionais precoces poderiam ser geneticamente mais diferenciadas do que popula es sucessionais mais tardias. Visando testar esta hipótese, o presente trabalho teve como objetivo analisar a variabilidade genética de popula es de Eugenia uniflora L. em manchas florestais em diferentes estádios sucessionais. Foram selecionadas duas áreas em diferentes estádios de sucess o, sendo a primeira em estádio inicial e a segunda em estádio avan ado. A área de estudo apresenta um remanescente florestal em transi o de Floresta Ombrófila Mista e Floresta Estacional Semidecídua. Por meio da técnica de RAPD (Random Amplified Polymorphic DNA) e análise multivariada, a diversidade gênica esperada e a porcentagem de loci polimórficos foram estimadas, além da similaridade genética entre as popula es de cada mancha florestal e a diversidade de cada área por meio do índice de diversidade de Simpson. Os resultados indicaram 79% de loci polimórficos para a área em estádio avan ado e 70% para a área em estádio inicial de sucess o. A similaridade genética entre pares de indivíduos variou entre 0,55 e 0,86 na área em estádio inicial de sucess o e entre 0,45 e 0,78 para a área em estádio avan ado. N o houve diferen as significativas entre a diversidade das duas áreas (P = 89). Um escalonamento multidimensional n o-métrico indicou menor distancia genética entre os indivíduos da área em estádio inicial. Da mesma forma, uma análise de similaridade - ANOSIM indicou separa o entre os indivíduos das duas áreas. Knowledge on genetic diversity provides basic information about population dynamics and functioning aiming both to conservation and sustainable use of species. It is assumed that early successional populations could genetically be more differentiated than those in late sucessional stages. To test this hypothesis, the genetic variability of Eugenia uniflora L. populations at different successional stages was investigated. Two areas at different successional stages were selected; one at early successional stage, showing several pioneer trees, and another at late successional stage. The area in study (27o54'S and 52o13'W) is covered by a remnant forest in transition from Mixed Rain Forest to Seasonal Semideciduous Forest. RAPD (Random Amplified Polymorphic DNA) and multivariate analysis were used to evaluate the expected genetic diversity and percentage of polymorphism as well as genet

Full-Text

comments powered by Disqus

Contact Us

service@oalib.com

QQ:3279437679

微信:OALib Journal