All Title Author
Keywords Abstract


Ligadura endoscópica endonasal da artéria esfenopalatina para epistaxe severa

Keywords: epistaxe , artéria esfenopalatina , cirurgia endoscópica

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

Introdu o: A epistaxe severa, geralmente associada a fatores predisponentes como hipertens o arterial sistêmica e coagulopatia, é uma doen a desafiadora, e pode necessitar de uma abordagem cirúrgica nos casos que n o respondem ao tratamento conservador, como cauteriza o e tamponamento nasal. Objetivo: avaliar os resultados da ligadura endoscópica endonasal da artéria esfenopalatina no tratamento da epistaxe severa refratária à abordagem terapêutica conservadora. Forma de estudo: Clínico prospectivo. Material e Método: foram avaliados doze casos de pacientes submetidos à ligadura endoscópica endonasal da artéria esfenopalatina no tratamento da epistaxe severa n o responsiva ao tratamento conservador, observando-se a história clínica, os fatores predisponentes, a evolu o e as complica es deste procedimento. Resultados: a idade média foi de 50,9 anos, e a distribui o por sexo foi de 33% do sexo feminino e 67% do sexo masculino; 33% apresentaram HAS e 16,6% coagulopatia (hepatopatia) como fatores predisponentes. Um paciente (8,3%) apresentou ressangramento após o procedimento cirúrgico. Discuss o: a ligadura endoscópica endonasal da artéria esfenopalatina representa uma abordagem segura e garante um controle satisfatório do sangramento, com índice de ressangramento de 8,3% entre os nossos casos. Conclus o: a ligadura endoscópica endonasal da artéria esfenopalatina representa uma op o cirúrgica adequada, pois n o apresenta as complica es das técnicas anteriores, atinge um controle satisfatório do sangramento e pode ser realizada por otorrinolaringologistas habituados à cirurgia endoscópica nasal.

Full-Text

comments powered by Disqus