全部 标题 作者
关键词 摘要


Ligadura da veia porta associada à biparti o do fígado para hepatectomia em dois estágios (ALPPS): experiência brasileira Associating liver partition and portal vein ligation for staged hepatectomy (ALPPS): the Brazilian experience

Keywords: Hepatectomia , Metástase neoplásica , Veia Porta , Hepatectomy , Neoplasm metastasis , Portal Vein

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

RACIONAL: Insuficiência hepática pós-operatória devido à remanescente hepático pequeno tem sido complica o temida em pacientes que s o submetidos à ressec o hepática extensa. A ligadura da veia porta associada à biparti o do fígado para hepatectomia em dois estágios (ALPPS) foi desenvolvida recentemente com a finalidade de induzir rápida e significante regenera o do fígado para pacientes em que o tumor é previamente considerado irressecável. OBJETIVO: Apresentar a experiência brasileira com o ALPPS. MéTODO: Foram analisados 39 pacientes submetidos ao procedimento ALPPS em nove hospitais. Ele foi realizado em duas etapas. A primeira opera o consistiu em ligadura do ramo direito da veia porta e biparti o hepática. Na segunda, os ramos direito da artéria hepática, via biliar e veia hepática foram ligados e o lobo hepático direito estendido foi removido. Foram 22 pacientes do sexo masculino (56,4%) e 17 do feminino (43,6%). A média de idade foi 57,3 anos (variando de 20 a 83 anos). RESULTADOS: A indica o mais comum foi metástase hepática em 32 pacientes (82,0%), seguida por colangiocarcinoma em três pacientes (7,7%). Dois morreram neste intervalo e n o foram submetidos à segunda opera o. O intervalo médio da primeira para a segunda opera o foi de 14,1 dias (variando de 5-30 dias). O volume do segmento lateral esquerdo apresentou aumento de 83% (variando de 47-211,9%). Morbidade significante foi observada em 23 pacientes (59,0%). A mortalidade foi de 12,8% (cinco pacientes). CONCLUS O: O procedimento ALPPS permite ressec o hepática em pacientes com les es consideradas previamente irressecáveis por induzir rápida hipertrofia do fígado evitando a insuficiência hepática na maioria dos pacientes. Porém ainda apresenta elevada morbidade e mortalidade. BACKGROUND: Postoperative liver failure consequent to insufficiency of remnant liver is a feared complication in patients who underwent extensive liver resections. To induce rapid and significant hepatic hypertrophy, associating liver partition and portal vein ligation for staged hepatectomy (ALPPS) has been recently developed for patients which tumor is previously considered unresectable. AIM: To present the Brazilian experience with ALPPS approach. METHOD: Were analyzed 39 patients who underwent hepatic resection using ALPPS in nine hospitals. The procedure was performed in two steps. The first operation was portal vein ligation and in situ splitting. In the second operation the right hepatic artery, right bile duct and the right hepatic vein were isolated and ligated. The extended right lobe was removed

Full-Text

comments powered by Disqus